Pecado Escondido

No Velho Testamento encontramos o relato de um fato muito conhecido, que aconteceu com um homem do exercito de Israel, que para nós hoje, se traduz com um ensinamento de inestimável valor espiritual. Sabemos que Deus não muda, Ele é sempre o mesmo, ontem hoje e eternamente. Por essa razão, podemos nos valer de qualquer ensinamento registrado no passado e aplicá-lo nos dias de hoje.

Houve um homem do exército de Israel chamado Acã, que desobedeceu as ordens de Deus, e todo o povo sofreu as conseqüências da desobediência daquele homem. Deus deu ordem a Josué para que invadisse e destruísse a cidade de Jericó, pois estava sob maldição. A ordem era também para que tudo fosse destruído e nada que estivesse sob maldição fosse aproveitado, caso contrario todo povo também ficaria sob maldição.

“Tão-somente guardai-vos do anátema, para que não vos metais em anátema tomando dela, e assim façais maldito {ou anátema} o arraial de Israel, e o turveis.” (Jos. 6:18)

Ocorre que durante a invasão, Acã cobiçou e tomou para si, uma capa, algumas moedas e uma barra de ouro, enterrando-as em sua casa, desobedecendo portanto a ordem de não se apropriar de nada daquela cidade.

“Quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata e, uma cunha de ouro do peso de cinqüenta siclos, cobicei-os e tomei-os; e eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata, debaixo dela.” (Jos. 7:21)

Por causa disso, o povo de Israel ficou sob maldição e começou a ser derrotado em todas as batalhas.

“Israel pecou, e até transgrediram o meu concerto que lhes tinha ordenado, e até tomaram do anátema, e também furtaram, e também mentiram, e até debaixo da sua bagagem o puseram. Pelo que os filhos de Israel não puderam subsistir perante os seus inimigos; viraram as costas diante dos seus inimigos, porquanto estão amaldiçoados; não serei mais convosco, se não desarraigardes o anátema do meio de vós.” (Jos. 7:11-12)

A maldição que estava sobre Israel não foi retirada até que o pecado fosse descoberto e retirado do seu meio, inclusive com a condenação do infrator.

“Então, Josué e todo o Israel com ele tomaram a Acã, filho de Zerá, e a prata, e a capa, e a cunha de ouro, e a seus filhos, e a suas filhas, e a seus bois, e a seus jumentos, e as suas ovelhas, e a sua tenda, e a tudo quanto tinha e levaram-nos ao vale de Acor. E disse Josué: Por que nos turbaste? O SENHOR te turbará a ti este dia. E todo o Israel o apedrejou com pedras, e os queimaram a fogo e os apedrejaram com pedras.” (Jos. 7:24-25)

Isto é o que podemos chamar de PECADO ESCONDIDO. Muitos costumam esconder seus delitos e pecados das vistas dos homens, como Acã enterrou aqueles objetos para esconder dos homens, porém, Deus não brinca e não deixa passar em branco nenhum pecado, mesmo escondido aos homens. Alguma vez você fez (ou faz) coisas escondidas, que seu marido ou esposa, ou seus pais? Ou algo que o pastor de sua igreja também não pode tomar conhecimento? Ou quem sabe algum imposto que você está sonegando discretamente? O mesmo vale para objetos que temos em nossa casa, que tenham origem ligada ao reino das trevas. Tanto uma coisa como outra, fere a santidade de Deus, e quando isto acontece, somos afligidos pelo inimigo, da mesma forma como Israel foi derrotado pelos seus inimigos. Então começamos a ter toda sorte de problemas, tais como, doenças, desemprego, ataques de malfeitores, prejuízos financeiros, falta de paz, depressão, derrotas, enfim, todo aquilo que o reino das trevas tem para oferecer.
Há alguns anos atras eu tinha guardado comigo, como lembrança, um canivete que era usado pelo meu avô. Eu gostava de possuir aquele objeto por ter pertencido ao meu avô e por ser um objeto bastante antigo. Porem aquele canivete era usado pelo meu avô para picar o tabaco que ele fumava. Um dia Deus falou claramente ao meu coração para destruir aquele objeto por dois motivos: um, para que eu não o usasse como objeto de veneração e outro, porque era usado para o fumo, ambas as situações eram de origem demoníaca. Eu obedeci imediatamente e o destruí, pois se eu não o fizesse, certamente estaria sofrendo as conseqüências.

Por isso, prezados amigos, irmãos e irmãs em Cristo, eu exorto para que façamos uma revisão em nossas vidas, e com a orientação do Espírito Santo de Deus, possamos retirar todo e qualquer anátema que possa existir em nosso meio, seja algum pecado escondido ou objeto originado nas trevas, para que sejamos totalmente abençoados por Deus.

Que Deus o(a) abençoe.
Por: Mestre Walter Ponci
IBMdaF – Igreja Batista Ministerial da Família

Deixe um comentário